Muito se especula sobre o primeiro smartphone dobrável da Samsung. Chamado de Galaxy X, ele está agendado para 2019, mas ainda pouco se sabe sobre ele. Uma nova patente registrada agora parece ter revelado não somente como o aparelho pode se dobrar, mas como ele funciona com esta nova função.

A patente data de 1º de março deste ano e foi publicada em 5 de julho junto ao escritório de patentes dos Estados Unidos (USPTO da sigla inglesa) e à Organização Mundial de Propriedade Intelectual (WIPO). Chamada de "Dispositivo terminal dobrável para usuário e sua exibição" ela detalha como a tela pode funcionar.

Pelas imagens, a tela é flexível no eixo horizontal pouco acima da metade do dispositivo. Quando ele está totalmente aberto, isto é, com um ângulo de 180º, toda a tela fica acesa e disponível para o usuário. Quando o device se dobra, contudo, apenas a parte superior do produto se mantém funcional, com cerca de 60% da parte inferior desativada.

A patente também informa que o aparelho tem sensores que não somente reconhecem o ângulo de inclinação, mas a velocidade da flexão da tela, bem como a pressão do dedo do usuário na parte de trás do dispositivo.

 WETTON CELULAR

Com isso, caso se levante a tela entre 10º e 25º, um estado chamado de “pré-flexão”, a tela volta à posição convencional. Entretanto, caso o usuário mantenha o dedo na parte de trás do device, mesmo que sem fazer muita força, a tela se mantém dobrada no local indicado. Durante esta transição, a tela na parte de baixo fica apagada. 

A tela permanece completamente ativa ao ser dobrada apenas em um caso: quando o usuário passa o nível de 25º e mantém o dedo pressionado na parte de trás. Desta forma, o aparelho mostra na parte inferior algumas funções relacionadas à aplicação aberta. Por exemplo, caso haja um app de mensagens rodando, a tela inferior mostra um teclado. Se um app de fotos estiver aberto, a parte de cima mostra um preview da imagem, enquanto a de baixo oferece ferramentas de ajuste de câmera.

FOTO IMAGEM 2

Outros detalhes

A patente também mostra algumas curiosidades que podem aparecer no novo aparelho da Samsung. A primeira delas é o desenho de um app com o S - indicando que a caneta da fabricante pode ser um dos acessórios do Galaxy X.

Outras informações que a patente traz é de que o dispositivo terá tela sensível ao toque, sensor de movimentos, wi-fi, Bluetooth e NFC, o que não são bem novidades, mas uma confirmação.


Fonte: LetsGoDigital